domingo, 16 de abril de 2017

65.500kg - 16/04/2017

Passado 1 ano cá estou eu.
Continuo na mesmo a engordar e emagrecer mas nunca mais consegui baixar dos 62.000kg.
Tenho comido exageradamente mal, na maior parte dos dias alimento-me somente de porcarias.
Cada dia que passa sinto me mais sedentária, canso-me com qualquer coisa, o meu corpo está cheio de gordura, estou com o colesterol alto, mas mesmo assim não faço nada para mudar, continuo a levar o mesmo estilo de vida e a martirizar me porque sou uma fraca.
Há dias em que penso muito em tudo isto, em toda esta luta comigo e com a comida durante todos estes anos, há dias em que me encho de coragem e começo o dia com alimentação saudável, a lembrar-me que tenho que beber água, mas é só um dia às vezes nem isso, porque acabo sempre por dar prioridade  aos bolos, chocolates, agora os gelados, a cerveja, os aperitivos e afins...
Tenho esperança que um dia ganhe juizo, que um dia consiga comer sem me preocupar, sem me culpar.
Tenho esperança que um dia coma somente para me nutrir, para alimentar o  corpo e não para alimentar estados de espírito.
Fiquem bem.

terça-feira, 29 de março de 2016

Não sei...

Não sei... Não sei mais o que fazer, o que dizer, sinto-me um farrapo, não tenho conseguido fazer nada por mim, vou adiando vou dando desculpas a mim própria e a minha atitude para com a comida é sempre a mesma.
Estes dias foram um descalabro, tenho comido tanto. Tenho comido tanta porcaria. Ainda nem tive coragem de me pesar, ando sempre com fruta ou sementes atrás mas nem lhe toco. Acabo sempre nos bolos, chocolates e pão.
Não suporto mais ver-me ao espelho. Roupa fica-me toda apertada,  quando visto roupa larga parece que estou de bebé. 

Fiquem bem.

sexta-feira, 25 de março de 2016

62,000kg

Ontem voltei a cair em tentação abusei no pão e comi um chocolate no fim de jantar.
Hoje ainda são 17:00h e já estou farta de comer porcaria, água ou chá nem vê-los, por isso amanhã o peso deve aumentar outravez.
Estou sem força para me contrariar.
Fiquem bem.

quarta-feira, 23 de março de 2016

62,000kg

E quando tudo parece estar a correr bem, quando penso que vou conseguir, lá caio eu em tentação.
Após ter passado o dia a tentar não tocar na porcaria de um doce, no final da noite não consegui resistir. Para além de o jantar já ter sido calórico ainda comi um bolo de pastelaria com o café.
Este deslize fez-se logo notar na balança.

PA: 2 tostas integrais com queijo philadelphia Light + 1 fatia de fiambre de frango + café
AL: 1febra de porco na frigideira + 1 colher de massa + salada de alface
LT: 1 iogurte + 1 colher de granola caseira
JA: 1 febra que sobrou do almoço + 1fatia de pão + café e bolo de pastelaria.

Fiquem bem.

61,700 kg

Nos dois primeiros dias perdi muito peso rapidamente,  não sei se era só inchaço ou retenção de liquidos.
Ontem jà me foi possivel alimentar-me um pouco melhor,  felizmente correu tudo bem.

PA: 2 tostas integrais +2 fatias de fiambre de frango + café
AL: 1/2 lata de atum + 1/2 ovo + 1 colher de sopa de feijão frade com salada de alface e tomate.
LT:1 maçã + 1 punhado de sementes e bagas goji.
JA: Sopa + 2 nouguetes de frango

Fiquem bem.

terça-feira, 22 de março de 2016

62,000 kg

Ontem foi um dia bastante complicado. Tive problemas com o carro,  fiquei sem tempo de almoçar,  restou-me a marmita do lanche.
PA:actimel+1colher de sopa de granola caseira.
Al: gelatina
LT1:1 fatia de abacaxi + 2 tostas integrais
LT2: 1 maçã

Ainda petisquei umas sementes durante a tarde, à noite  tive mais um stress o que fez com que acabasse por não jantar também.
Espero que a má alimentação que tive ontem, hoje não se reflita em nenhum tipo de compulsão ou algo do género.
Fiquem bem.

segunda-feira, 21 de março de 2016

63,300 kg

Possívelmente ontem quando me pesei ainda devia de estar um pouco inchada por causa do período, não é possível ter perdido 1.700kg de um dia para o outro.
Consegui resistir a tudo, cá por casa comeram amêndoas de chocolate, havia arroz doce, folhados de compota de amora, mas eu não toquei em nada.

PA: iogurte de aroma com 1colher de sopa de granola caseira.
LM: 1 clementina + 1 tosta integral
AL: 1 pedaço de peito de frango assado com salada de alface
LT: 2 tostas integrais + 1 fatia de fiambre de frango
JA: 2colheres de sopa de feijão preto salteado com grelos e um pedaço de frango que sobrou do almoço.
Hoje espero continuar fiel a mim mesma.
Fiquem bem.

domingo, 20 de março de 2016

Lengalenga - 65.000kg

A conversa é sempre a mesma e a verdade é que estou farta, cansada, não aguento mais.
Se não for hoje não será mais.
Hoje pesei-me quando acordei e vi na balança nada mais, nada menos que um 65,00Kg. Apeteceu-me chorar, mas isso já faço eu todos os dias,  porque todos os dias tenho consciência do mal que tenho feito a mim própria.
Por isso hoje decidi por um ponto final nesta situação, porque não soporto mais viver assim.
Hoje vou dar um rumo à minha vida, hoje vou começar mais uma luta contra a balança mas principalmente contra mim própria , contra o meu outro eu que se delícia com porcarias durante alguns segundos para depois passar horas de tristeza e frustração .  Este estilo de vida têm - me consumido como o álcool consome um alcoólico, como as drogas consomem um toxicodependente, é precisamente assim que me sinto. Não tenho alegria, paciência, tolerância, tornei-me numa pessoa mal disposta, desmotivada e pessimista. Tudo isto porque não consigo aceitar que não posso comer tudo o que me apetece que o meu metabolismo é lento e que tenho que ser regrada na minha alimentação.
E é isto,  mais uma vez é isto.
Fiquem bem.

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

64,000kg

Há muito que ando calada, há muito que não me apetece dizer nada, mas estou a ficar desesperada, não paro de aumentar de peso, não me consigo controlar.
Já não sei o que fazer todos os dias penso '' amanhã, tudo vai ser diferente, amanhã vou voltar a ter cuidado com o que como'' mas o amanhã nunca chega e todos os dias me alimento em forma de despedida com o intuito do amanhã ser diferente. Já não suporto isto, mas o pior é que não consigo fazer nada para mudar, sinto-me cada vez mais com a auto estima mais baixa e com uma sensação de fracasso enorme, como posso ser tão indisciplinada. Todos os dias procuro na net alguma coisa que me motive, uma forma milagrosa de ssir deste buraco, mas nada me faz voltar a ter o clik.
Apesar de sentir, de ver no espelho, nas roupas apertadas e principalmente na balança o meu aumento de peso, todos em meu redor me dizem, quando eu me '' queixo '' ah não engordas te nada, tá s tão bem assim... Até o meu marido e a minha filha, ontem pela primeira vez alguém me disse a verdade, fui ao hipermercado onde trabalhei o ano passado e um ex colega de trabalho disse - me em tom de brincadeira que o meu novo emprego devia ser só boa vida porque estava mais gordinha, na altura levei a observação na brincadeira, e pensei como era possível neste tempo todo ter sido a unica pessoa a ser sincero comigo, depois veio o sentimento de tristeza. Pensar novamente em tudo, em como é possível eu não tet nenhum tipo de controlo em mim. Mas ao invés de hoje me redimir, de começar a mudar novamente os meus hábitos, comi '' porcarias'' como se não houvesse amanhã, sinto que não vai ser fácil,  mas também sei que se continuar assim, vou passar a viver no inferno, porque não me aceito,  não me suporto e acabo por prejudicar os que estão próximos de mim.

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Bati no fundo outravez - 61,400kg

Passado um ano cá estou eu novamente e se no último post que fiz estava desanimada com o meu peso hoje posso dizer que estou completamente desanimada comigo,  todo o esforço que fiz foi por água abaixo, tudo o que aprendi fui deixando de por em prática,  fui me habituando novamente a uma alimentação desmedida a uma vida sedentária, sinto-me revoltada comigo,  sinto que depois de ter atingido o que queria nao me podia ter desiludido desta maneira e o pior o pior é que nao me sinto preparada para começar tudo de novo, não me sinto com força para me contrariar a mim mesma. Estou novamente dependente de doces e nao passo sem eles todos os dias.
Nunca mais me esforcei para beber água.
Nunca mais fiz exercício.
Nunca mais fiz nada de bom para mim nem para a minha saúde.
E hoje estou precisamente com 61,400kg praticamente o peso que tinha quando comecei esta minha luta.
Fiquem bem.

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

57.000kg/58.000kg

Depois de ter escrito um testamento onde falei da minha dificuldade de adaptação a estes novos horários de trabalho, o fato de andar doida em relação aos doces. Sentir a minha zona abdominal a crescer e o peso estar entre os 57/58. Quando fui para publicar o blogger lembrou-se de bloquear e perdi tudo que escrevi. Por isso quando tiver um bocadinho faço o relato novamente.
Fiquem bem.

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

56.800

Passado uma semana o que tenho para registar é que perdi 700g, esperava mais mas também tenho consciência que não me portei a cem por. Houve dias em que não consegui resistir aos doces, ainda não consegui retomar os exercícios físicos, tenho bebido mais chás do que água e tudo indica que perder 3/4 kg não vai a ser tarefa fácil. Apesar de á dois anos ter atingido o meu peso desejado a verdade é que ele não durou muito e depressa comecei logo a oscilar entre os 54kg/56kg. A semana passada voltou o click , voltou a vontade de me alimentar de uma forma mais saudável e de me sentir bem com o meu corpo, Mas a semana passada veio também uma proposta de trabalho. Trabalho esse onde comecei na segunda feira e imagine-se lá... estou rodeada de  bolos, folhados, salgados e afins. Comecei a trabalhar na cafetaria de um hipermercado. Mas para meu espanto não tenho tido nenhuns devaneios posso dizer que o facto de estar a trabalhar com comida me anda a tirar o apetite e acho que o meu grande problema para continuar a perder peso vai estar precisamente relacionado com os meus novos hábitos alimentares, tenho me alimentado mal, comido pouco e o facto de trabalhar por turnos está a desregular o meu relógio alimentar, chego a trabalhar 4/5 horas seguidas sem conseguir por nada no estômago e depois quando tenho disponibilidade para comer já não tenho fome. Sei que o caminho não é este mas não há muito que possa fazer, vamos ver como me vou conseguir orientar com estes novos horários de refeições e com o facto de passar tantas horas sem comer.
Fiquem bem.

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Dieta - 23º, 24º, 25º, 26º, 27º, 28º, 29º, 30º e 31º dias

Era uma vez uma dieta de 31 dias, a minha só durou 22, desisti, não fui capaz de continuar, tenho comido de tudo, mesmo assim o peso tem-se mantido nos 56, 200Kg.
Desta experiência posso dizer que se perde peso é um facto, mas a história de comer proteína sem limites para mim não dá, acabo por não perder peso na mesma e fico enjoada  num instante.
E pronto foi assim, não resultou, já não sei o que fazer, em que direcção ir...

Fiquem bem!

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Dieta - 22º dia - 05/02/2014

A ementa foi:

PA: pão de centeio com manteiga magra + leite com café
LM: gelatina + 1/2 iogurte natural e chia
AL: frango com legumes à Brás sem batata +  salada de alface
LT: 1 maçã + 1/2 iogurte natural com linhaça e canela
JA: sopa + gelatina

Como  eu previa esta semana não perdi muito peso, estava convicta que iria ser mais fácil, com a introdução da fruta e da sopa, mas as facadinhas na dieta tiveram certamente o seu "peso" e pronto só perdi 400g.

Fiquem bem.

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Dieta - 21º dia - 05/02/2014

A ementa foi:

PA: pão integral com triângulo de queijo light e duas fatias de paio do lombo + leite com café
LM: 1 iogurte
AL: frango assado + cola zero + 6 gomas s/ açúcar
LT1: 1 maça assada com canela + 1 gelatina
LT2: 2 fatias de paio do lombo
LT3: 6 gomas s/ açúcar
JA: piza de beringela + salada de alface

Os intestinos já funcionaram, mas continuo a sentir-me inchada, não tenho bebido muita água ou mesmo nenhuma a não ser o copo de água morna com umas gotas de limão em jejum, tenho tentado compensar com chás, mas sei que tenho muitos dias que não devo beber nem 1l por dia, tenho que mudar isto.
Sinto que não estou a perder peso, será dos disparates que cometi? mas também foram só umas pipoquitas num dia e 1 bolito no outro...hummmm...não sei...ou será que estou a comer muito, não havia necessidade de ter feito 3 lanches e para ser sincera comi muita beringela ao jantar, ontem fiz também com atum, adoro aquilo e até é saudável...
Não sei tenho que ver, pensar e analisar e principalmente controlar esta boca.

Fiquem bem!

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Dieta - 20º dia - 03/02/2014

Voltei a fazer asneira, eu sei, eu sei, sou uma fraquinha e  tenho que andar sempre a boicotar isto, mas a verdade é que nem sinto muito peso na consciência por estas facadinhas na dieta e apesar de cometer uns deslizes aqui e outros acolá, continuo na luta...
Ás vezes basta sair do plano a que nos propusemos  fazer para por tudo a perder e é isso que eu acho que não pode acontecer, se temos este problema de não conseguir cumprir as coisas á risca, se prevaricamos sem ser no dia da asneira, se prevaricamos mais dias do que a dieta permite, temos que conseguir compensar a dieta de outras maneiras e adapta-la á quilo que realmente conseguimos fazer, sem estarmos sempre com o peso de consciência que estamos a falhar.

A Ementa foi:

PA: 1 pão integral com triângulo de queijo light e duas fatias de paio do lombo + leite com café
LM: 1 iogurte
AL: 1 ovo cozido + 1/2 lata de atum natural + salada de alface
LT: 1 bolo
JA: sopa + gelatina

Fiquem bem!

Dieta- 19º dia - 02/02/2014

E fiz asneira.

A ementa foi:

PA: pão integral com triângulo de queijo light + leite com café
LM: não houve
AL: febras de porco de cebolada + salada de alface
LT: iogurte magro com chia + 1 pera
JA: pipocas
Ceia: gelatina

Pois pus-me e a ver 1  filme quase na hora de jantar e não consegui resistir ás pipocas e depois para me penitenciar não jantei e acabei por comer 1 gelatina mais tarde.

Dieta - 18º dia - 01/02/2014

A ementa foi:

PA: pão integral com fiambre + chá
LM: 2 nuvens douradas com maçã
AL: polvo, brócolos e 1 gema de ovo no forno + 1 gelatina
LT: 4 nuvens douradas com maçã + 1 maçã + 1 iogurte com goji + 1 fatia de queijo e fiambre
JA: sopa + gelatina

Voltei a fazer as nuvens douradas desta vez com fatias de maçã fininhas por cima e canela, ficaram muito boas.
Estou menstruada  e sinto-me super inchada, estou novamente sem os intestinos sem funcionar já a alguns dias e só tenho vontade de fazer asneiras, OMG.

Fiquem bem!

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Dieta - 17º dia - 31/07/2014

Posso cometer alguns deslizes mas continuo persistente e valha-me esta persistência só espero que perdure.

A ementa foi:

PA: pão integral com manteiga magra
LM: 1 iogurte magro
AL: 1 salsicha de peru enrolada em couve + gelatina
LT: 1 maça + 2 fatia de queijo e fiambre
JA: 1 sopa + gelatina

Definitivamente se há coisas que não me seduzem minimamente são as salsichas, tento introduzi las algumas vezes nas refeições umas vezes enlatadas outras vezes frescas, mas no fim de comer apenas uma começo a ficar mal disposta e já não consigo comer mais.
Agora vou beber um chazinho e por hoje é tudo.

Fiquem bem.

Dieta - 16º dia - 30/01/2014

Ainda pensam alguns homens que o sonho de uma mulher é casar com um homem rico, o nosso sonho é poder comer de tudo e não engordar :)
A verdade é essa, apetece me comer de tudo, bolos, batatas fritas, pão ás refeições, chocolates, frutos secos, piza... não sinto falta de arroz, nem de massas nem de batatas (sem serem as fritas), nem de grão, nem de feijão.
Todos os dias me apetecem estas coisas, há dias em que me consigo abstrair destas vontade, há dias em que me é muito difícil resistir, mas que por mais que me custe acabo por conseguir, mas há outros em que me espalho ao comprido, 16 dias de dieta e já conto com 3 dias de asneiras, não era suposto, deveriam ser só dois, mas aconteceu mais uma vez.

As asneiras foram:

PA: pão integral com 1 fatia de queijo e fiambre + leite com café
LM: 1 fatia de queijo e fiambre + 1 gelatina
AL: frango assado com batatas fritas de pacote + salada de alface e tomate
LM: 1 fatia grande de tarte de amêndoa + 1 bolo grande  de massa folhada com creme de pasteleiro
JA: frango assado + 2 clementinas

Tudo fazia prever que iria ter um dia de dieta normal, até receber um telefonema de uma amiga a dizer que vinha almoçar comigo, podia ter comido só o frango com salada e se tivesse ignorado as batatas fritas certamente iria continuar o meu dia sem pecar, mas depois vem sempre a velha máxima "perdido por cem, perdido por mil" e pronto foi o descalabro, já andava a babar pela tarte e como se não chegasse ainda me alambazei com mais um bolo.
Enfim não há-de ser nada.

Fiquem bem.

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Dieta - 15º dia - 29/01/2014

Chegámos à tão esperada segunda fase, acho que o facto de poder introduzir a fruta e a sopa vão ser uma mais valia para mim, já estava a ficar farta de tanta proteína.

Então foi dia de pesar, seria também dia de tirar medidas mas nunca mais me lembrei de comprar uma fita métrica, foi também dia de tirar uma foto para ver as evoluções. Só tirei foto à minha zona abdominal e isto de tirar fotos a mim própria não está com nada, foi o que  consegui arranjar.



                                                              59,100Kg - inicio




                                                          56,800Kg - 2ª fase

As fotos não estão muito nítidas mas já se nota que não tenho tanta gordura na zona abdominal, perdi 2,300Kg nestes 15 dias de dieta, apesar de nesta ultima semana as coisas se terem complicado um bocadinho com um dia e asneira antecipado e cheio de porcarias.

A ementa foi:

PA: pão de mistura com pouca manteiga magra e uma fatia de fiambre + leite de soja com café
LM: não houve
Al: 2 pastéis de bacalhau (sobras do jantar) + 1/2 queijo fresco + 1 pêra + 1 iogurte magro
LT: i iogurte natural com  gelatina e chia + 1 fatia de queijo e fiambre
JA: frango salteado com cogumelos + salada de alface e tomate

Fiz uma tarde de amêndoa cá para casa, o marido à tempos que andava a pedir, que tortura, até me cresceu água na boca, mas consegui resistir

Fiquem bem.





Dieta - 14º dia - 28/01/2014

Hoje seria o dia da asneira mas como já tinha registado antes não vai haver asneira para ninguém.

A ementa foi:

PA: pão integral com 1 fatia de queijo e fiambre + café
LM: iogurte  magro com linhaça e goji
AL: feijão verde e ovo cozido com tomate e cenoura ralada
LT1: 1 iogurte natural com gelatina e sementes de chia + 1 fatia de queijo e fiambre
LT2: 2 pasteis de bacalhau, brócolos e couve-flor
JA: 5 pasteis de bacalhau,brócolos e couve flor + salada de alface

Voltei a fazer os pasteis de bacalhau mas desta vez misturei couve flor e acho que não ficaram tão bons.
Vamos para a 2ª fase !

Fiquem bem.


terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Dieta - 13º dia - 27/01/2014

A ementa foi:

PA: pão de centeio com 1 fatia de queijo +  leite de soja com café
LM: 1 iogurte magro
AL: empadão de atum, brócolos e couve flor
LT: 1 gelatina
JA: 2 bifes do lombo salteados em azeite + brócolos no forno

Os intestinos já funcionaram para mal dos meus pecados.
As refeições estão a tornar-se um bocadinho repetitivas mas tenho que aproveitar o que tenho em casa :)
Dia da asneira á porta mas depois da asneirada que fiz não vai haver dia da asneira para ninguém.

Fiquem bem

Dieta - 12º dia - 26/01/2014

Depois de ter posto o pé na argola dois dias seguidos, acordei a pensar que não podia desperdiçar todo o esforço que fiz até aqui, por isso vou seguir em frente.

A ementa foi:

PA: papas de aveia com leite de soja, linhaça, goji e canela
LM: não houve
AL: 1 medalhão de pescada com brócolos no forno e  1 clara de ovo cosida
LT: 2 fatias de piza de beringela que sobrou do jantar  + iogurte magro com chia
JT: legumes salteados com frango + salada de alface e cenoura + 1 gelatina

Fiquem bem.

Dieta - 11º dia - 25/01/2014

Depois de um grande peso de consciência e com uma prisão de ventre que já dura á 4 dias sinto-me ...
sei lá.

A ementa foi:

PA: 1 pão de centeio com um pouco de manteiga magra e 1 fatia de fiambre + leite de soja com café
LM: não houve
AL: empadão de atum, brócolos e couve flor
LT:  1 iogurte natural com gelatina, chia e canela
JT: piza de beringela com queijo, fiambre e tomate
Ceia: 1 queque de chocolate

Pois tinha que estragar tudo, assim não vai ser fácil,  depois de ter comido este queque pensei seriamente se havia de levar a dieta em frente, porque me sinto a fracassar, 2 dias seguidos de prevaricações é muito, para uma mente tão fraca.

Fiquem bem.

Dieta - 10º dia - 24/01/2014

Porque hoje comi que nem uma louca, não sei se pelo fato de ter comido mal no dia anterior, se foi mais um ataque de compulsão, não sei...
O que sei é que vou pensar neste dia como um dia da asneira antecipado e não se fala mais nisso.

A desgraça foi:
PA: 1 baguete integral com triângulo de queijo light e fatia de fiambre +leite de soja com café
LM: 1 iogurte magro
AL: omelete sem gordura, com espargos, cogumelos e fiambre + salada de alface
LT1: 1/2 fatia de pão branco + 1 fatia de queijo curado
LT2: 1 croissant com chocolate +café
JT: 1 fatia de piza +  80g (+ou-) de batatas fritas de pacote + 5 bolachas com recheio de limão +           2     oreo
Ceia: (+ou-) 100g de amendoins

Eu sei que comi muita porcaria, um exagero mesmo para um dia de asneira.

Fiquem bem.

Dieta - 9º dia - 23/01/2014

O fato de ter estado praticamente fora de casa todo o dia e o stress de alguns assuntos para resolver fizeram com que comesse  muito pouco neste dia.

A ementa foi:

PA: 1 pão escuro com sementes e um pouco de manteiga magra + chá
LM: não houve:
AL: 1/2 cenoura + 1/2 queijo fresco + 2 pedaço de frango de cebolada
LT: a tal mousse de romã do post anterior
JT: 1 gelatina

Pois comi mesmo muito pouco e acho que foi uma tremenda asneira porque...

Fiquem bem.

sábado, 25 de janeiro de 2014

Dieta - 8º dia - 22/01/2014

Ai que fome...ai que fome...

A ementa foi:

PA: pão escuro de sementes com queijo philadelphia light e 1 fatia e fiambre + café
LM: iogurte magro com sementes e chia
AL: legumes salteados com 2 ovos mexidos + sala de alface
LT1: iogurte natural com gelatina, linhaça e goji
LT2: 1 fatia de queijo e fiambre
LT3: 1 espécie de mousse de romã
JA: piza de beringela

Almocei por volta das 13:00h mas ás 15:00h estava cheia e fome não queria mini lanches tipo 1 fatia de queijo e fiambre porque queria fazer piza para o jantar a a quantidade de queijo permitida iria ser para consumir aí, então antecipei o meu lanche na esperança que a fome abrandasse.
Tinha meia embalagem de queijo philadelphia no frigorífico e pensei em fazer um "doce" dei uma vista de olhos pelo site das guerreiras e inspirei-me neste aqui , fiz com gelatina de romã e digo ficou muito bom, mas era para servir de lanche no dia seguinte uma vez que as doses de queijo já estavam estipuladas, mas o que aconteceu foi que acabei por ultrapassar as doses de queijo permitidas na dieta, , a fome, a falta de apetite para outras coisas, desencadearam estes exageros nos lanches da tarde.
Por fim o jantar, bem que delicia.

Fiquem bem.

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Dieta - 7º dia - 21/01/2014

Chegámos ao dia da asneira ou melhor das asneiras.

E as minhas asneiras foram:

PA: baguete escura de cereais torrada com manteiga magra + leite com café
LM: croissant com doce de ovos + café
AL: 1 tortilha no forno com tomate, pimento, 2 fatias de fiambre , 1 fatia de queijo e oregãos + salada         de alface e tomate
LT1: 1 iogurte magro de pedaços + 1 pêra
LT2: 1 gelatina
JA: 3 bifinhos do lombo salteados em azeite com cogumelos + salada de alface, tomate e cenoura.

Não foram asneiras muitos grandes pois não?

Exagerei um bocadinho na quantidade do pão e da manteiga ao pequeno almoço, mas tinha tantas saudades de uma torradinha com a manteiga. Entrei no café de manhã, olhei a a vitrina dos bolos e não me apetecia nada do que lá estava, também não me estava a apetecer nada em especial, então optei pelo croissant com o doce de ovos, mas para a próxima a ver se faço um bolinho em casa.
Aquela tortilha á hora de almoço soube-me pela vida, costumava fazer isto com pão pita cortado ao meio, mas como não tinha experimentei fazer com a tortilha, uma autentica piza, tão bom, mas tão bom ...
Tenho iogurtes magros de pedaços a rebolar no frigorífico, a princesa não gosta e o mais que tudo teve uma gastroenterite  ás umas semanas e enjoou os iogurtes, por isso pensei que o dia da asneira seria o ideal para comer um, a pêra, ai que saudades que eu tinha de comer fruta e pronto fiquei-me por aqui.

Claro que não tenho conseguido evitar a balança e ontem em jejum e antes de fazer as asneiras tive que me pesar até para ver se realmente estas asneiras não irão ter repercussões graves durante a próxima semana e o peso foi 57,500Kg ou seja perdi 1,600Kg numa semana.

Fiquem bem.

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Dieta - 6ºdia - 20/01/2014

Os intestinos já funcionaram, ainda bem e as diferenças na minha zona abdominal já se começam a fazer notar ainda bem também ;)

A ementa foi:

PA: omelete sem adição de gordura com 1  fatia de fiambre + café
LM: 1 iogurte magro
LT: iogurte natural com linhaça, goji e canela
JA: 1 cenoura + 1 fatia de queijo e fiambre

Custou-me horrores comer aquela omelete de manhã, não me caiu mesmo nada bem, estive ali a empurrar com uns goles de café e lá foi, mas não sei se vou repetir a experiência.
Para o jantar tinha feito um patê com queijo philadelphia light, especiarias, alho e sumo de limão para comer com a cenoura aos palitos, mas não gostei e tive que optar pela fatia de queijo com fiambre, tenho a certeza que se o pudesse comer com pão ou tostas ele marchava, mas assim não consegui.
Dia da asneira à porta.

Fiquem bem.

Dieta - 5º dia - 19/01/2014

Domingo, dia de acordar mais tarde, ou de ficar um bocadinho mais na cama após acordar à hora do costume, mas também não foi muito, por volta das 08:30 levantei-me, estava a ficar com fome e não queria que me acontecesse o mesmo que no dia anterior, nem pus em questão o que iria comer.

A ementa foi:

PA: 1 pão integral com philadelphia light e 2 fatias de fiambre
LM: iogurte magro
AL: frango assado sem peles  + salada de alface
LT1: 1 ovo cozido
LT2: iogurte magro com gelatina, linhaça, goji e canela +  1 fatia de queijo com fiambre
JA:pastéis de bacalhau com brócolos + salada de alface e cenoura

Este foi dos dias em que me custou mais controlar a minha gula, lá se foi conseguido com uns chás quentinhos.
Ainda não noto alterações no meu corpo, talvez porque à 3 dias que estou com prisão de ventre, mesmo a beber água morna com limão em jejum e muitos chás, mas a Drª já fazia prever isso no seu livro.
Estou fã do blog As Delícias das Guerreiras , é de louvar o trabalho das autoras deste blog e de quem contribui para o seu enriquecimento, tenho feito algumas receitas  e as experiências tem sido muito boas.

Fiquem bem.

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Dieta - 4º dia - 18/01/2014

Se há coisas com que eu sempre me dei bem foi com as rotinas, e fugir da rotina ás vezes é o suficiente para a coisa descarrilar  e foi o que me aconteceu neste dia, acordo todos os dias cedo e tomo o meu pequeno almoço por volta das 07:30h , mas neste dia apesar de ter acordado e me levantado à mesma hora para arranjar o pequeno almoço ao meu mais que tudo pensei em deitar-me mais um bocadinho até a princesa acordar, não devia... devia ter tomado o pequeno almoço .

A ementa foi:

PA: papas de aveia com água, linhaça, goji e canela + 1 fatia de queijo e fiambre + 1 pão de centeio com       philadelphia light
AL: nuvens douradas com sabor a pizza + salada de alface e tomate
LT: 1  iogurte natural com gelatina e sementes de chia + 1 fatia de fiambre
JA: 3 fatias de lombo de porco salteadas em azeite + salada de alface e tomate

A princesa acordou por volta das 09:00h, levantei-me e preparei os nossos pequenos almoço, papas de aveia para mim, torradas e leite para ela, estava a apetecer-me variar, mas o que aconteceu foi que fiquei cheia de fome no final, então pensei que 1 fatia de queijo e fiambre iriam resolver a questão, nada disso a minha boca continuava a salivar e eu não estava a conseguir controlar a vontade de comer, por isso optei por comer o pão com queijo, fiquei saciada, não fiz o lanche da manhã e o resto do dia correu bem, acabo por não perceber se esta reação aconteceu por causa da alteração do horário ou se por causa de ter trocado o pão pelas papas de aveia, mas a as papas de aveia sempre fizeram parte dos meus pequenos almoços e deixavam-me bastante saciada.

Fiquem bem.

Dieta - 3º dia - 17/01/2014

Que desejosa que eu estava pelo pequeno almoço, sonhei com ele a noite toda, acordei com bastante fome mas após comer o meu pãozinho a coisa estabilizou.

A ementa foi:

PA: 1 pão de centeio com philadelphia light + café
LM: 1 iogurte 
AL: 1 bife de frango salteado em azeite com espargos +  1 gelatina com sementes de chia
LT: 1/2 cenoura + 1 cs de queijo philadelphia light + 1 fatia de fiambre
JA: feijão verde cozido com 1 lata de atum em  água

Fiquem bem.

Dieta - 2º dia - 16/01/2014

A ementa do 2º dia foi:

PA: 1 pão integral com 2 fatias de fiambre de frango + café
LM: leite com café + 1/2 cenoura com 1 fatia de queijo
AL: Omelete de frango e vegetais + 1 gelatina com sementes de chia
LT: 1 iogurte com gelatina +  sementes de linhaça e bagas goji + 1 fatia de fiambre e queijo
JA: bacalhau com agrião e ovo no forno

Neste dia já comecei a salivar a minha barriga já só pedia o que eu não lhe podia dar.

Dieta - 1º dia - 15/01/2014

No dia anterior despedi-me dos chocolates, dos amendoins e das bolachas maria e até de rissóis fritos que eu já não comi á cerca de 2 anos.
No dia seguinte pesei-me em jejum e depois de ter feito o xixi, a balança marcava os 59,100 Kg.
Não me foi possível tirar as medidas tal como a Drª indica em virtude de não saber onde enfiei o raio da fita métrica.

A ementa foi:
PA: pão integral com 1 triângulo de queijo  + 1 caneca de café
LM: 1 iogurte magro com sementes de linhaça e bagas goji + 1 fatia de fiambre de frango
AL: legumes salteados com frango desfiado + salada de alface, cenoura e agrião + gelatina sem açúcar
LT: 1 copo de leite com café + fatia de queijo e fiambre de frango + 1 gelatina sem açúcar com sementes de chia
JA: carne de porco de cebolada com cogumelos + bróculo cozido

Não sigo a ementa à risca e vou adaptando as receitas àquilo que se tem em casa tendo sempre por base o principio da dieta.


Pensar, repensar e mudar de estratégia.

E foi o que eu fiz, pensei, repensei e mudei de estratégia. queria seguir a linha da reeducação alimentar estava convicta que era o necessário para chegar novamente a um peso em que me sentisse bem. Mas a indisciplina destes últimos largos meses fizeram com que o meu organismo não aceitasse uma tentativa de alimentação saudável sem ataques extremos de compulsão podia correr bem 2, 3 dias mas depois lá se ia tudo por água a baixo, por isso decidi arriscar, propus-me a fazer o que sempre disse que não faria uma dieta, mentalizei-me que precisava de restrições o meu organismo precisava de um choque para entrar nos eixos novamente.
Optei pela dieta dos 31 dias prescrita pela Drª Ágata Roquette, já tinha lido o livro, já tinha pesquisado muito sobre o assunto mas o facto de não querer ser muito restritiva com a minha alimentação fez com que atrasasse esta opção, até que chegou o momento.
No dia 15/01/2014 comecei esta nova etapa da minha vida.

Fiquem bem.

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Balanço da 1ª semana de bom comportamento alimentar = tentativa falhada

A semana tem 7 dias, não é verdade? Consegui portar-me bem nos primeiros três dias os outros quatro são para esquecer, nestes últimos quatro dias não cumpri nada do que me tinha proposto, voltei à alimentação calórica e aos doces e afins, estava tão contente que estava a conseguir portar-me bem, o peso já estava a baixar e depois vem esta gula que me estraga tudo e me deixa num estado e tristeza profundo.
Hoje tinha todos os motivos para recomeçar, mas o recomeço já está a correr mal, acabei de comer 4 bombons de chocolate.
Tenho que reencontrar o caminho, tenho que me reencontrar, tenho que conseguir controlar estes transtornos alimentares que põem tudo a perder, quero ser saudável, quero sentir-me bem comigo própria, quero olhar-me ao espelho, sem me criticar por  ter transformado novamente o meu corpo numa bola de gordura.
Eu quero, quero muito, mas a verdade é que quero ainda mais comer sem me privar e as duas coisas não são compatíveis, tenho a prova que não por isso está na hora de decidir, se quero realmente ser feliz, sentir-me bem comigo e ganhar auto estima ou se desisto de mim, sinto-me a ficar paranóica com todos estes sentimentos, um dia parece que tudo mudou que voltei a reencontrar o meu caminho e derrepente do nada tomo sempre as opções  alimentares erradas.
Estou a ficar cansada e tanta fraqueza de não conseguir tomar o controlo de uma coisa que só me cabe a mim.

Fiquem bem.

domingo, 12 de janeiro de 2014

Fim de semana a terminar

Já está quase a terminar mais um fim de semana, o meu não podia ter corrido pior passei estes dois dias sem sair de casa e perdi-me completamente do meu caminho abusei, comi muita coisa que não devia, amanhã farei u balanço desta primeira semana de luta. Fiquem bem.

sábado, 11 de janeiro de 2014

Há dias e dias...

Ontem o dia não foi fácil,estive sempre com vontade de comer, com uma sensação de fome, apesar de me ter alimentado bem, tentei sempre controlar a coisa, ora com chá ora com água ou tentava desviar o pensamento da comida e ocupava a mente com outras coisas, mas na verdade, sabia que a qualquer momento se ia desencadear um ataque ao armário ou frigorífico, uma hora depois de jantar comi cerca de 100g de amendoins, claro que isto junto ao jantar de quinta-feira, não pode dar bons resultados.

Então a alimentação ontem (10/01/2014) foi assim:
PA: 1/2 baguete integral com manteiga magra + chá
LM: 2 clementinas + 1 colher de sopa de granola caseira
AL: 3 colheres de sopa de arroz de grelos + 2 claras e 1 gema mexidas com 1 fio de azeite + salada de alface + 10 amendoins
    
LT: 2 colheres de sopa de granola caseira + 1 iogurte magro
JA: sopa de agrião + 3 colheres de sopa de frango à braz + salada de alface + 1 clementina
Ceia: 100g de amendoins

Sei que existem alimentos que nunca deveria ter em casa porque me despertam sempre alguma vontade de os comer e os amendoins são um deles, adoro frutos secos e os amendoins estão quase no topo da tabela e como são mais baratos foi a opção escolhida para voltar a fazer granola ou até mesmo umas barras de cereais, mas o resultado foi outro, consegui ainda guardar alguns, vamos lá ver se se aguentam até eu confeccionar a granola.
Tenho perfeita consciência do índice calórico que estas pequenas maravilhas tem e sei que foi um desejo infeliz o de ontem à noite, mas agora já está, só me resta esquecer este episódio e continuar a caminhada.

Fiquem bem,

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

A experiência da granola caseira e um jantar de aniversário inesperado

Depois de ver algumas receitas de granola caseira em alguns blogues que gosto de ler eis que parti á aventura e até que nem me saí mal, foi pena ter deixado a mistura tempo a mais no forno, tirando isso ficou divinal, fiquei fã, tanto que acabei por almoçar granola não consegui resistir e esperar pelo lanche.
A minha foi feita a olho e com ingredientes muito simples, só usei, aveia, mel, água, amêndoa, sultanas , coco, e canela.
Fiz uma quantidade pequena não fosse a experiência correr mal e eis a minha tacinha para o almoço que acabei por misturar com iogurte liquido meio gordo.

.
E porquê iogurtes meio gordos nas ementas de quem está a tentar emagrecer? 
Porque cá em casa mais ninguém gosta dos ditos e como eu não sou capaz de desperdiçar nada, não os vou mandar fora por isso cabe-me a mim por-lhes fim e ainda me restam 2.

Ontem foi dia de aniversário do meu pai, mas tinha-se combinado que jantaríamos todos juntos no fim de semana, mas os planos foram alterados e à tarde foi-me dito que o jantar ia ser ontem, coisa simples uns frangos assados com batatas fritas e um bolo para a sobremesa.
Ofereci-me logo para confeccionar o mesmo, sem mesmo conferir o que restava de ingredientes aqui em casa depois desta época festiva que pelos vistos continua e ainda bem.
Não me restava muito e até os ovos eram escassos então foi tudo de improviso e a aproveitar o que por cá havia.
Então esta delicia,

tinha: ovos, margarina, açúcar, fermento em pó, leite,farinha de trigo, farinha maisena, amêndoa para decorar e abacaxi no recheio.
Estava muito bom e nada enjoativo.
Assim sendo ontem a alimentação não correu como o previsto.

Então a alimentação de ontem (09/01/2014) foi: 

PA: papas de aveia com água, meia banana, linhaça, goji, linhaça e canela.
LM: 2 bolachas de arroz com triângulo vaca que ri
AL: 3 colheres de sopa da dita granola caseira + 1 iogurte liquido meio gordo
LT: 1 maça + 1 tosta
JA: 1 pedaço pequeno de frango assado + batatas fritas + 1 fatia pequena de pão + 1 fatia pequena do bolo de aniversário + 1 taça pequena de arroz doce (o equivalente a 2 colheres de sopa)

Bebi 1,5l de água/chá.

Fiquem bem.

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Não resisti.

Hoje não resisti à balança e em jejum tive que ver o meu peso, não é que esteja ansiosa com a perda de peso, até porque não quero perder peso de forma muito rápida apesar de saber que nas primeiras semanas de reeducação alimentar existe sempre essa hipótese e é isso mesmo que está a acontecer comigo.
Tenho me alimentado bem e o único radicalismo tem sido não ingerir doces mas isso simplesmente porque não me apetece e os resultado começam a aparecer, 58,300Kg, ou seja em 4 dias perdi 1,500Kg.

A alimentação ontem (08/01/2014) foi assim:

PA: papas de aveia com leite, coco, goji , linhaça, mel e canela
LM: 2 tostas com 1 fatia de paio do lombo + chá
AL: grelos de nabo cozidos + 1 colher de arroz + 2 salsichas de frango + 1 clementina
LT1: 1/2 torrada (no café ) + chá
LT2: 1 iogurte magro com 1 colher de sobremesa de  coco e sementes de chia
JA: sopa + rodela de abacaxi

Bebi cerca de 2l de água/chá.

Fiquem bem.

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Depois da detox

Tal como tinha dito, na passada segunda feira fiz a desintoxicação, optei pela da banana e leite, não foi difícil fazer apesar de à noite estar a suplicar por uma sopa e estar a sentir-me um bocadinho inchada, talvez pelo facto dos meus intestinos não terem funcionado como o previsto, passei o dia na casa de banho a fazer xixi, mas os intestinos só funcionaram uma vez, ontem continuei com a sensação de inchaço durante todo o dia e com algumas dores de estômago, não resisti a pesar-me de manhã e se na Segunda de manhã estava com 59.800 Kg, ontem o meu peso em jejum era de 59,300 Kg, perdi 500g, apesar de o objectivo desta detox não ser a perda de peso mas sim a desintoxicação do meu organismo não posso deixar de ficar contente.
Ontem a alimentação correu relativamente bem e só cometi um exagero (pão), a água não consegui beber toda devo ter-me ficado por 1 litro.

Alimentação 07/01/2014
PA - Pão de centeio pequeno com vaca que ri + fatia de fiambre de frango + caneca de mokambo
LM - 1 iogurte liquido M/G
AL - 1 batata pequena cozida + 1/2 posta de bacalhau cozido + 1/2 ovo cozido + café
LT - 1 viana com queijo fresco + chá
JA - 1 sopa de legumes + 1 fatia de abacaxi
Ceia - 1 gelatina

Comi pão ontem 2 vezes, podia ter optado por outra coisa ao lanche, mas não optei.
Mas a melhor sensação de todas é ainda ter doces em casa e nem me lembrar que eles existem é ir ao café ver uma vitrina recheada de bolos e não ter a mínima vontade de lhes tocar, parece quase impossível, quando à bem poucos dias atrás não conseguia resistir a nada agora nem tenho que resistir, pura e simplesmente não me apetece e enquanto não me apetece tenho que desfrutar estes momentos que não sei quanto tempo vão durar.

Já comecei a caminha agora é só seguir em frente.

Fiquem bem.

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Surpreendida?

Como se houvesse motivos para tal, com as minhas opções alimentares neste ultimo ano o resultado não poderia ser outro, tantas vezes que disse que nunca mais queria voltar ao que fui, tantas vezes que disse que nunca mais queria aumentar de peso, tantas vezes...
Mas a minha gula falou mais alto, a minha vontade de comer só por comer venceu mais uma vez e por muito tempo consecutivo, agora chegou o momento de dizer basta chegou o momento de controlar a situação.
Hoje a balança mostrou-me 59,800 Kg, não fiquei triste nem surpreendida porque tenho consciência que a minha conduta alimentar tem sido desastrosa, para além da falta de exercício físico e da ingestão de água que são cruciais tanto na perda como na manutenção do peso.
Resta-me recomeçar quase do inicio, é verdade, então que venha o recomeço.
Hoje comecei um processo de desintoxicação nunca fiz, é a primeira vez, optei pela sugestão da Drª Ágata Roquette, em que só se come bananas, leite e chá/água.
A partir de amanhã retomamos a reeducação alimentar, pensei em fazer dieta, li sobre várias a dos 31 Dias foi a que me suscitou mais interesse, mas tenho receio de não ser capaz pois como já indiquei várias vezes, a restrição para mim é um grande problema, por isso vou optar mais uma vez pela reeducação alimentar, nada de restrições, mas tudo com muita moderação, foi esta a minha escolha à 2 anos atrás e que me fez perder 10 Kg, na altura fiquei com 53,000Kg, não durou muito é verdade mas também não passou muito dali o meu peso oscilava entre o 53/55 Kg até que a partir do inicio do ano passado começou a subir, mas verdade é que não sofri aumentos brusco de peso nem engordei mais do que tinha emagrecido, como costumam dizer que acontece quando se fazem dietas restritivas e depois se volta a comer de tudo novamente.
Bem agora vamos recomeçar assim : desintoxicação - reeducação alimentar (ingerir maioritariamente comida saudável e nas quantidades necessárias ao organismo) - obrigar-me a beber 1.5/2 l de água/chá por dia.
Depois quero retomar a atividade física, mas por agora quero focar-me principalmente na alimentação.

Fiquem Bem.



domingo, 5 de janeiro de 2014

Reler-me

Às vezes é preciso batermos no fundo para conseguir voltar à superfície e é isso que me está a acontecer acho que já bati no fundo...
Este últimos dias tem sido horríveis tenho comido tanto que estou sempre mal disposta para além das festas da época tive o aniversário da princesa com duas festinha uma para a família e uns dias depois outra para os amiguinhos da escola, conclusão doces que nunca mais acabam e a minha boca sempre pronta a devorar.
Hoje reli todo  meu blog, hoje foi preciso ver onde falhei, quando e porquê?
Mas a resposta é tão previsível que nem havia necessidade de reler-me, os doces, as compulsões e fugir da rotina alimentar, são os meu piores problemas.
Preciso tomar o controle desta situação já...não posso deixar passar mais.
Amanhã começamos a rotina, a filhota regressa ás aulas, o marido vai trabalhar e eu vou ficar em casa, por isso amanhã vai ser dia de enfrentar a balança , de fazer uma desintoxicação, vai ser dia de organizar a minha ementa para o resto da semana e principalmente de me mentalizar que a partir de amanhã tenho que abdicar de tudo o que me tem feito engordar nestes últimos meses.

Fiquem bem.

sábado, 28 de dezembro de 2013

2013

Está a acabar e para mim passou a correr, e fazendo o balanço no geral só tenho a dizer que foi um ano para esquecer, mas como se costuma dizer o que não nos mata torna-nos mais fortes, ainda não interiorizei bem essa máxima, mas tenho que fazê-lo não adianta lamentar-me, está a chegar a hora de arregaçar as mangas e fazer-me à vida.
Em Maio fiquei sem emprego e como as coisas não correram bem com a entidade patronal, fui me muito abaixo nessa altura, não tirei nenhum curso superior, não tenho nenhuma profissão, mas tenho uma paixão por trabalho administrativo, acabei o 12º ano da área  económico social e sempre tentei arranjar trabalhos mais ao menos ligados ao que gostava de fazer, estava neste emprego à 5 anos e de repente parece que o mundo desabou, não podia ficar em casa á espera e tive que aproveitar todos os trabalhos que me iam aparecendo, na zona onde vivo e quase como por todo o país o trabalho é escasso e aqui o que ainda se vai conseguindo é trabalhar no campo, desde Junho até agora aproveitei tudo o que ia aparecendo, trabalhei em estufas de cravos, apanhei beringela, vindimei, apanhei framboesa, mas todas estas alterações, novos horários, deixar de ter a minha rotina, estar sujeita ao que aparecesse, gerir a casa, os horários do marido e da filhota, fizeram com que me tenha descontrolado por completo e me tenha esquecido completamente de mim.
              - deixei de beber água controladamente ( o que significa que há dias em que nem lhe toco)
              - todos os dias como doces
              - deixei de ter tanto cuidado com a alimentação
              - comecei a comer em maior quantidade
              - deixei de conseguir controlar as compulsões e a devorar pacotes de bolachas de uma só vez
              - como comida com molhos e muito pão a acompanhar
              - deixei de cuidar de mim
              - deixei de fazer qualquer tipo de atividade física

E o resultado de tudo isto são 58,700Kg.


Sinto-me outra vez muito gorda, não me sinto bem com nenhuma roupa, estou sempre triste e com sentimento de culpa por ter comido.
Desejo que o novo ano me traga esperança, vontade e motivação para mudar, para lutar e para fazer da minha vida e da dos que me rodeiam um ciclo de paz e amor.



             
          

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Pensamentos

Penso e tanto que tenho pensado, penso em tantas coisas que queria escrever, que queria contar, que queria desabafar, mas depois chego aqui e parece que tudo desaparece os meus pensamentos, as coisas que queria contar...desabafar...
Já passaram 2 meses e tudo piorou sinto-me lá no fundo, sem motivação, sem vontade de lutar, desleixei-me por completo, acomodei-me de novo ao sedentarismo.
Todos os dias penso que " é hoje " que vou mudar tudo outra vez mas esse "hoje" fica sempre para amanhã e amanhã nunca mais chega.
Não quero acreditar que seja um caso perdido, não quero acreditar que a minha vida se resumiu a este ser sem sentido.
Tenho que começar por algum lado, tenho que começar por mim, tenho que me valorizar e acreditar que sou capaz, quero vencer nesta vida que tanto tenho castigado, quero mudar, estou farta de ser assim...

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Stop

À muito que me ando a arrastar e não consigo mudar, acho que chegou a hora de parar, cada dia sinto mais que a minha fraqueza é maior que a minha força de vontade, estou cansada, por isso vou parar e talvez quem sabe engordar.
Ando cansada de tentar, tantas tentativas frustradas, tantas motivações fracassadas, tantas contradições que penso que se houver alguém a ler este cantinho da miséria deve pensar que não tenho os "alqueires bem medidos", mas neste momento a verdade é esta, não consigo  disciplinar a minha boca e muito menos a minha mente, por isso preciso de dar tréguas a esta guerra entre eu & eu e talvez quem sabe daqui a uns tempos volte a ter aquela força, aquela vontade de ser saudável e feliz.

Fiquem bem.

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Será que é desta ?

Hoje estou verdadeiramente surpreendida comigo, consegui resistir a um bolo de pastelaria, à muito que ando a tentar e não tinha conseguido até hoje, por exemplo ontem fui beber café com a mãe à tarde e ela perguntou se queria um bolo, claro que não resisti e dividi com ela uma tigelada de Abrantes, mas ao olhar para a vitrina dos bolos garanto que era bem capaz  de devorar mais uns quantos.
Não queria estar a deitar foguetes antes da festa até porque o dia ainda agora começou, mas é que fiquei tão orgulhosa de mim, quando perguntei ao marido se queria ir beber café e ele disse que sim comecei logo a pensar bolos...bolos...bolos...mas depois fez-se luz e pensei se te apetece algo doce vai comer um gelatina e foi o que fiz, conclusão cheguei  pastelaria bebi o meu café e os bolos passaram completamente despercebidos, vamos ver se é desta que tomo juízo, ás vezes basta dar o primeiro passo e esse foi dado hoje, vou prosseguir a caminhada.

Fiquem bem.

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

O cumulo da burrice

Estou num labirinto que tem 2 saídas, uma vai dar ao que eu realmente quero, uma vida saudável e equilibrada, a outra vai dar a uma vida nada saudável e  muito pouco equilibrada.
O cumulo da burrice?
É que conheço perfeitamente os 2 caminho, sei precisamente aquilo que quero, mas teimo em ir pelo caminho errado.
Porquê?
Se o prazer de devorar uma caixa de bolos ou uma tablete de chocolate dura meros segundos.
Talvez nunca consiga encontrar a resposta, mas continuo em busca do equilíbrio que julguei o ano passado ter encontrado e que voltei a perder, alguém na altura me alertou e disse para eu não ter tanta certeza porque quem tem problemas com a comida pode passar por fazes boas mas que haviam sempre recaídas, eu pensei, não então se eu cheguei até aqui já conheço o meu organismo, já consigo dominar o bicho,  já encontrei o meu equilíbrio, não vou voltar ao que era.
Pois essa pessoa estava certa e apesar de ainda não ter recuperado todo o meu peso o que é facto é que voltei a ter um estilo de vida sedentário e uma alimentação muito má.
Ontem voltei a comer antes do jantar, 2 pastéis de nata, antes de dormir, 1/2 pão de sementes com fatia de fiambre de frango.

Hoje estamos assim:
PA: Kiwi com linhaça, 1viana com triangulo de queijo, café
LM: 1 laranja, 1 tosta integral, chá , café + bolo de pastelaria
AL: 15 avelãs torradas , 1 iogurte natural com gelatina

O resto ainda não sei como será, mas acabei de receber uma carta do banco a dizer que o meu spread ia aumentar das duas uma ou não vou comer o resto do dia, ou vou devorar o que me aparecer á frente, a ansiedade de só poder resolver este problema na segunda feira vai dar cabo de  mim.

E hoje que até me estava  a sentir mais animada é sempre assim, quando penso que me estou a conseguir levantar levo mais uma rasteira.

De manhã voltei a caminhar 30minutos e  15 minutos de elíptica.

Fiquem bem.

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Hoje tenho desculpa...

A desculpa mais esfarrapada do mundo, pois claro, no fim de almoço fui beber café com a mana, que por sinal é linda e elegante e não há açúcar que a engorde, perguntou-me se queria dividir um crepe de açúcar e canela com ela, mas é que nem pensei 2 vezes disse logo que sim, afinal não ia fazer uma desfeita à mana, e lá está esta minha falta de vontade própria sempre na frente.
É difícil lutar assim, quando não se tem vontade, motivação...
O dia hoje está a ser assim:

PA: papas de aveia com linhaça, goji e meia banana
LM:  1 clementina,  3 marias e um chá
Al: sopa, hambúrguer de frango grelhado em pão pita com alface, café e meio crepe com açúcar e canela
LT: 1/2 pão de sementes com 1/2 queijo fresco pequeno e a outra metade do queijo com uma colher de compota de pêssego e 6 avelãs e depois comi  mais umas 10 :(
JA: vai ser risoto de pescada feito pelo mais que tudo, espero não me perder até lá e não abusar uma vez que o jantar por si só já vai ser calórico.

Hoje voltei a fazer a caminhada de manhã 30 minutos mais 15m na elíptica.
Apesar de estar toda dorida, porque na terça e quarta fui apanhar beringelas e aquilo dá uma dor de pernas e de costas horrível, hoje precisava de sentir aquela brisa pela manhã, precisava de pensar no caminho a seguir, precisava lembrar-me que a vida tem a cor que eu que quero dar.

E ontem, ai ontem, ontem perdi-me literalmente, depois de tudo o que registei, ainda voltei a lanchar um iogurte magro com gelatina, um café e uma queijada de leite, o jantar foi um medalhão de pescada no forno com uma batata assada e brócolo cozido e depois comi um requeijão com doce de abóbora e amêndoa torrada.

Hoje acordei só com 57.300Kg, caminho a passos largos para o precipício, tenho uma barriga gigante, a roupa fica-me toda mal, a minha cara parece que foi mordida por abelhas.
Mas será possível que comer desalmadamente me dê mais prazer do que sentir-me bem comigo própria?

Fiquem Bem.

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Compulsões ao rubro :(


A luta está difícil, tenho caído muitas vezes e desde à algum tempo para cá tem sido difícil manter-me de pé, mas nem que ande a rastejar, não vou desistir, não é justo tratar o meu corpo desta forma, não é justo empanturrar-me de comida só porque sim, tenho tido dias em que a alimentação é normal mas depois tenho um deslise aqui ou ali, mas estes  últimos dias tem sido demoníacos, tenho comido, comido, comido...então agora vim-me refugiar aqui, já devo ter ingerido calorias para 2 dias, para que fique registado, depois de um pequeno almoço normal (kiwi c/ linhaça + pão integral torrado com pouca manteiga + café) de um lanche saudável (banana pequena +  iogurte magro) de um  almoço assim, assim (sopa de beringela com ovo + pão integral com queijo fresco magro) pão outra vez, eis que veio a maldita compulsão, bebi café e comi 6 bolachas de fibra, comi uma anona, comi um iogurte cremoso, e ainda 3 barras de cereais com chocolate e isto são só 15:40h, ontem tive coragem de comer uma embalagem com 4 bolos tipo mil folhas e uma sandes mista antes do jantar, fiquei saciada e terminei o dia só com uma sopa.
Porquê só pensar em comida? Porque é que só me apetece comer?
Parece que estou a fazer de propósito para engordar tudo outra vez e daqui a pouco não vai faltar muito.
Agora estou mal disposta, arrependida por ter comido o que comi, mas sei que daqui a uma hora talvez nem tanto, já irei estar a pensar em comida outra vez.
Espero ter força e coragem para resistir.

Fiquem bem.

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Síndrome da coitadinha...

Infelizmente é assim que me sinto uma coitadinha, a minha vida é um sofrimento constante sofro só de viver, nada me dá alegria, tudo é negro e escuro, não vejo nada positivo em lado nenhum, a minha auto confiança perdeu-se sei lá onde se é que alguma vez existiu.
Coitadinha de mim, que vida tão deprimente a minha, coitadinha de mim ando tão deprimida, coitadinha de mim, não me acontece nada de bom...foi assim que me rotulei e é assim que as pessoas me vêm a minha especialidade é ver defeitos e tristeza em tudo e já não consigo ter uma conversa alegre com ninguém sem que me queixe da vida que tão injusta que é, deixei de sorrir, de rir já nem sei como se faz, no outro dia fui buscar a filhota ao ATL e pelo caminho ela perguntava-me "tás chateada mãe ? " eu disse que não, "tás cansada?" eu disse que não, "mas tás com um cara triste, porque nunca sorris?" eu respondi-lhe que já não sabia sorrir ela prontificou-se a ensinar-me, desde esse  dia, essa conversa que tivemos não sai da minha cabeça, mas ao invés de mudar fiquei ainda mais deprimida e parece que cada dia que passa ando a ficar pior, não é justo sugar a energia das pessoas que me rodeiam, não é justo que sofram por um sofrimento que eu própria criei.
Quero parar de ser esta pessoa coitadinha em que me transformei, quero ser uma pessoa positiva, alegre e com força para lutar, quero tanto, queria acordar um dia de manhã e estar completamente mudada, mas sei que isso nunca vais acontecer por isso cabe-me a mim mudar.

Estou desempregada é um facto, ninguém previa que uma situação destas me fosse acontecer, foi tudo muito rápido e um processo de despedimento complicado, mas não parei na vida, tenho sempre tanto que fazer, ainda não houve um dia que me sentisse aborrecida, por causa de estar em casa,  todos os meus aborrecimentos vem de mim, eu aborreço-me a mim própria, porque estou constantemente a pôr-me para baixo, desde criança que me conheço assim, lembro-me que quando existia festas lá em casa, onde todos estavam felizes e contentes eu colocava-me de parte a tentar perceber que sentimento era aquele que estava a sentir, porquê estar-me a sentir tão triste, se o momento era de alegria o que acontece é  que esse meu sentimento tem me acompanhado a vida inteira e sem saber porquê, a tristeza fica no controlo, mas agora sinto que estou pior, agora estou assim sempre, não quero procurar ajuda, quero ajudar-me a mim própria e vou arranjar maneira de contornar esta situação.

Hoje fui fazer uma caminhada eram 08:30, deixei a pequena no ATL e caminhei cerca de 30 minutos no jardim junto á minha casa, fiz ainda mais 15 minutos nos aparelhos de ginástica , fiz comida saudável para o almoço e jantar, a casa já está limpa e arrumada, faltam só pequenas coisas, como terminar de passar a ferro, já pus o tratamento para a queda do cabelo, daqui a pouco vou fazer 30 minutos de yôga na Wii, depois vou mudar a cor do verniz, fazer a depilação, tomar banho e encher-me de creme e irei buscar a minha pequena com o maior sorriso do mundo.

Fiquem bem.

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Mais um dia...

Vem uma pessoa para aqui logo de madrugada para atualizar isto  e continuo sem conseguir por fotografias :(
Tenho que deixar de escrever o que vou comer, porque falho sempre, por exemplo ontem, depois do lanche das papas de aveia, voltei a fazer uma segundo lanche , 3 tostas integrais com uma fatia de fiambre e chá e depois ainda comi uma fatia pequena de pão com polvo, e a seguir ao jantar que foi o que já tinha registado que iria ser, ainda comi um pacote de bolachas de chocolate, não esquecendo que ontem já tinha comido um bolo, se continuo assim não sei onde vou parar.
Tirando a água que me esforço para beber todos os dias, o resto está muito aquém de ser cumprido, tenho que me organizar, tenho que me por no meu lugar, eu sei, eu conheço-me melhor do que ninguém, então porquê tanto drama, então porquê estar neste sofrimento, se sei que só eu posso mudar as coisas.
Hoje vou pensar nisto e vou arranjar uma forma de as coisas começarem a funcionar.

Fiquem bem.

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Vira o disco e toca o mesmo...

Ontem ainda tive que fazer um segundo lanche, estava-me a apetecer comer e então para não cair em tentações comi uma pera e um dos meus croquetes de feijão preto, tinha que provar, afial de contas não podia correr o risco de deixar a família sem acompanhamento para a sopa.
A minha velha mania de começar a fazer comida sem confirmar se tenho todos os ingredientes por vezes sai cara, desta vez não foi o caso porque se houve quem não gostasse eu gostei e o que sobrou aproveitei, mas não tinha  pão ralado e a linhaça também já estava no fim, como a primeira parte da receita já estava feita, tinha que arranjar forma de a terminar, foi então que surgiu a ideia de juntar farinha de aveia e no fim tive que triturar tostas para passar os croquetes não ficaram maus, talvez um pouco secos, conclusão a filhota e o marido tiveram que petiscar outra coisa.
Ontem adormecei com a esperança que hoje acordasse um pouco mais motivada, mas a verdade é que me sinto igual ou pior pelo menos ontem portei-me razoavelmente bem com  alimentação e hoje já cometi um deslise.

Então hoje está a ser assim:

PA: leite de soja, flocos de trigo integral, linhaça e goji
LM: café, 1 pampilho (bolo de pastelaria típico de santarém)
AL: Resto do jantar (sopa, 2 croquetes feijão)
LT: Papas light de abobora  acabadinhas de fazer e que bem me vão saber
JA: polvo cozido com meia batata doce (pequena) no forno e brócolos

Tinha tirado fotos dos croquetes e das papas de abobora, mas já estou aqui á meia hora a tentar pôlas e não consigo, está sempre a dar erro, desisti.

Fiquem bem.

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Motivação Procura-se ...

Não tem estado a ser nada fácil recomeçar, por mais que o meu pensamento esteja focado numa alimentação saudável, não consigo resistir á vontade de prevaricar, todos os dias penso é hoje, hoje vou conseguir fazer uma alimentação saudável e equilibrada, hoje vou beber toda a água que deveria, hoje vou exercitar este corpo e esta mente, mas a minha fraqueza acaba sempre por persistir.
E agora nem são os kilos que me atormentam mas sim ver em mim este desleixo, este deixa andar sem vontade de mudar.
Procuro motivação aqui e ali, faço-me despercebida e não vejo que a motivação está mesmo aqui, está em mim, eu tenho que ser a minha motivação.
Hoje o dia até nem tem estado a correr mal.
PA: papas de aveia, 1/2 banana, goji, linhaça e canela
LM: 1/2 meloa, tosta integral c/ 1/2 fatia de fiambre de frango
AL: 2 colheres de arroz com legumes, 2 fatias de fiambre de frango, salada de alface e couve roxa
LT:
iogurte natural + diospiro + canela + amêndoa + chia
 
Bem agora vou tratar do jantar que vai ser sopa de agrião e croquetes de feijão preto, amanhã espero contar como correu a experiência e espero também estar um pouco mais motivada.
 
Fiquem bem.

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

De volta ...

Andei perdida, sem rumo na vida, embrulhada em gorduras doces e salgados, andei sei lá por onde...
Não dei conta nem do tempo passar, não dei conta do peso a aumentar...
Mas hoje reencontrei-me, lembrei-me de mim e cá estou eu pronta para mais uma tentativa de levar a vida de uma forma saudável.
Nestes últimos 4 meses descuidei completamente a minha alimentação, aliás descuidei completamente de mim, houve muitas mudanças na minha vida o que me levou a desviar-me mais uma vez do meu caminho, mas costuma-se dizer que o bom filho à velha casa torna, por isso cá estou eu.
Hoje não me posso alongar mais, mas voltarei assim que possa para registar mais um pouco do que foi e do que há-de ser.

Fiquem bem.

sábado, 25 de maio de 2013

Não sei...

Eu tinha um pressentimento que isto não ia correr bem e agora estou tipo entre a espada e a parede e agora não sei o que fazer e agora como vou viver????
Esta situação não podia acontecer, agora não a minha vida já estava virada de pernas para o ar parece que a máquina decidiu fazer mais uma centrifugação, mais umas cambalhotas mais umas exprimi-delas e eu até onde vou aguentar?
Sabia que ia ficar sem emprego, sabia que a minha vida ia ficar pior do que já estava, mas também já me estava  consciencializar que à males que vem por bem que talvez estivesse na altura de mudar, de fazer algo mais por mim ..Não sei o que fazer, não sei o que pensar, não sei o que dizer...


quinta-feira, 23 de maio de 2013

Começou ontem e acabou hoje...

Nunca me deveria ter desafiado a mim própria  já devia estar mais do que sabido que sou fraca de mais para levar qualquer atitude mais radical avante  e se ontem foi o primeiro dia do desafio hoje poderei da-lo como terminado, não consegui, não consigo...
Ontem acabei por lanchar um bolo de arroz e hoje já comi 2 mini chocolates  para não falar no almoço onde me espalhei ao comprido com metade de uma piza média e batatas fritas de pacote e sabe-se lá o que ainda está para vir...
Sinceramente já não sei o que fazer...por mais que queira não consigo nem tentar, só me apetece comer porcarias e mais porcarias...



Fiquem bem.

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Desafio 2 semanas sem doces



O dia de ontem até nem correu mal, tirando o bolo que comi no lanche na tarde, o resto foi equilibrado, não consegui beber os 2 L de água, andei cerca 30 m.
Mas os doces estão a prejudicar tudo, apetece-me e não consigo resistir, oferecem-me e eu não consigo dizer que não, por isso vou lançar um desfio a mim própria 2 semanas sem doces (bolos, bolachas, gelados, chocolates e afins...)
Sempre disse que não conseguia ser uma pessoa restritiva a nível alimentar e sei que tenho sérios problemas com isso, para mim o fruto proibido é sempre o mais apetecido, em Março deste ano, o médico mandou cortar radicalmente com a ingestão de açucares tal como tinha dito aqui  a verdade é que não consegui, a verdade é que a bactéria se voltou a manifestar, a verdade é que tenho comido doces como se não houvesse amanhã, por isso propus a mim própria este desafio, pode ser que assim consiga de alguma forma resistir e dizer que não.
A partir de hoje até dia 05/06/2013 não vou ingerir nenhum doce, tenho que ter força de vontade suficiente para recuperar a minha reeducação alimentar.

Fiquem bem.




terça-feira, 21 de maio de 2013

Cansada de estar cansada

Já estou cansada de estar cansada, à 15 meses mais ou menos eu estava assim ....
Cheia de motivação determinada a mudar o meu estilo de vida e agora sinto-me  a afundar cada vez mais, os dias até tem passado mais ou menos bem, o pior é  à  noite tenho comido, mas comido tanto...
E eu que já conheço tão bem o meu organismo, sei que basta-me cortar nos doces e não comer porcarias a horas impróprias e o peso começa a descer, sei que se beber cerca de 2 litros de água por dias os meus intestinos funcionam na perfeição, sei que se começar a fazer exercício  nem que seja na wii a minha auto-estima vai subir um bocadinho, fico mais motivada, mais alegre e descontraída.
Então se sei estas coisas todas porque continuo, neste impasse, porque continuo a entupir o meu corpo de gorduras, açucares e tristeza, porquê?????

56.400Kg

Fiquem bem.

sexta-feira, 17 de maio de 2013

E também não foi ontem !!!

Das 5 coisas a que me propus só acabei por concretizar 2, dei um jeito na casa e devo ter bebido perto dos 2 L de água, o que acontece é que não fui capaz, não tive vontade de pegar no ferro nem de arrumar as roupas, não tive vontade de sorrir e muito menos de ter cuidado com a alimentação, quer dizer esta até  estava mais ou menos controlada até ás 19:00h mas quando cheguei a casa foi o descalabro, comi um bolo de pastelaria  e depois de um jantar já por si calórico ainda fiz questão de lhe acrescentar 1/2 baguete integral e como se não bastá-se ainda comi como sobremesa mais um enorme bolo de pastelaria, é que eu nem percebo o porquê de tanto disparate, o peso de consciência é tão grande que estou a comer e a pensar nos efeitos que aquilo vai ter, enfim...
Tenho medo de quando ficar em casa, medo de toda esta desmotivação, deste meu estado depressivo, me leve mesmo a baixo, tenho medo de me enterrar no sofá, tenho medo de comer sem parar, tenho medo, medo...
Quero pensar que não, que vou aproveitar esta tragédia, sim porque ficar sem emprego nos dias que correm é uma tragédia,  para:
- por a minha cabeça em ordem,
- para cuidar de mim,
- quero sair para rua, fazer exercício,
- ter mais cuidado com alimentação,
- quero ler,
- quero aperfeiçoar o meu péssimo Inglês,
- quero aprender Espanhol,
- quero por a minha casa em ordem e mante-la assim todos os dias,
- quero brincar muito com a minha filha e ajuda-la a estudar
- quero tanta coisa....

Fiquem Bem!!!

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Ainda não foi hoje...

Ainda não foi hoje que acordei com motivação para retomar a minha reeducação alimentar, ainda não foi hoje que acordei com energia para enfrentar as vicissitudes da  vida.
Pareço uma zombie, a minha cabeça parece que pesa 100 kg e o o meu corpo continua sem reacção.
Tenho tanto que fazer, que organizar, tenho andado muito desorganizado, não tenho comprido as tarefas domésticas  resumindo e concluído não me tem apetecido fazer nada, literalmente nada, a minha vida tem-se resumido a comer, dormir e trabalhar.
Enquanto as tarefas se vão acumulando e eu vou ficando cada vez mais triste e decepcionada comigo por não conseguir por um basta, nesta minha maneira de estar na vida ultimamente, sempre fui ativa, nunca fui de baixar os braços, porquê isto agora?
A minha cabeça não pára penso em mil e uma coisas ao mesmo tempo, a vida não tem estado fácil e quando pensamos que mais nada de mal pode acontecer, eis que acontece, vou para o desemprego em Julho, a loja onde trabalho vai fechar e se era difícil sustentar uma casa só com um ordenado, agora só com um subsidio vai ser praticamente impossível e são todas essas coisas que me andam a perturbar.
Mas não posso continuar assim, tenho que ter força para enfrentar as situações  tenho que pensar em mim e parar de me maltratar, tenho que achar forma de estar bem comigo própria para enfrentar todos estes problemas.
Mas não posso esperar que aconteça de um momento para o outro, vou ter que me obrigar, por isso hoje vou começar por:
- dar um jeito na casa
- arrumar roupas e passar alguma a ferro
- ter mais cuidado com a alimentação
- beber 2 L de água
- sorrir



terça-feira, 14 de maio de 2013

Vergonha, desespero, frustração...

É tudo o que estou a sentir neste momento...não tenho emenda...tenho fases boas e fazes más, mas já ando à tanto tempo na fase má que sinceramente custa acreditar que vá novamente conseguir ter um estilo de vida saudável.
É triste ter lutado tanto, ter mudado tanto para de um mês para o outro ver todo o meu esforço ir por água abaixo, não me tenho conseguido controlar com a comida, apetece-me como e pronto, tenho me desleixado com a água e nunca mais fiz exercício físico uma caminha muito de vez em quando.
E para além dos quilos a mais já se começarem a sentir, o que me custa mais ainda é sentir que estou a desistir de mim, é sentir que me estou a esquecer que o meu principal objectivo é ter um estilo de vida saudável é isso que que quero transmitir à minha filha.
A minha vida ultimamente não me tem dado calma nem serenidade, tudo o que eu preciso para começar de novo, cada vez aparecem mais e mais problemas e tudo se reflecte na comida, ando ansiosa, enervada e com medo, muito medo do que o futuro me reserva.
Vamos ver se começo aos poucos, vamos ver se estas más energias se afastam...vamos esperar que sim.
Quero sorrir...quero rir...quero ser saudável e feliz ...
Fiquem bem.

56.400 Kg

sexta-feira, 12 de abril de 2013

OMG!!!

Onde irei eu parar?
Isto não está fácil, nada fácil, tenho comido tanto mas tanto, isto é de loucos, só me apetece doces e pão e tudo o que sei que não posso exagerar.
Quando é que  isto vai parar, preciso de um click, preciso de me sentir saudável e não entupida com tantos açucares e farinhas e gorduras.
Se vos contá-se o que comi em todo o Domingo que passou , ninguém iria acreditar, como é que sou capaz de tamanhas loucuras? Não vos conto porque tenho vergonha mas a saga continua, todos os dias tenho comido doces, ontem não comi mas vinguei me nas tostas com vaca que ri e comi...comi...  até ficar mal disposta.
É desesperante ....
Quero mudar a minha vida, quero ter um estilo de vida saudável e é esse o exemplo que quero dar á minha filha, mas como lhe posso explicar que não se pode exagerar aqui ou ali, que  não se pode isto ou aquilo se ela me vê fazer precisamente o contrário.
preciso começar de novo com a actividade física preciso de me motivar, preciso gostar de mim, preciso de deixar de maltratar o meu corpo...

55.500 Kg



sexta-feira, 5 de abril de 2013

Não… não hibernei, mas sinto-me uma ursa!!!



A falta de tempo e preguiça aliaram-se e eu fiquei presa num misto de "desvontades" e não tenho vontade de escrever… não tenho vontade de comer…(comida saudável) não tenho vontade de beber água não tenho vontade de me exercitar, quase não tenho vontade de existir.
Apetecia-me estar  num quarto escuro feito com paredes de chocolate, batatas fritas e folhados salgados e folhados doces.
Que parvoíces estou eu para aqui a dizer, na verdade só me apetecia paz e tranquilidade, na verdade o que me apetecia era controlar estes meus devaneios e fechar a boca sempre que me oferecem deliciosas porcarias, a verdade é que apesar de tudo não desisto de mim e se dou 2 passos para trás começo logo a pensar em dar meio passo para a frente.
A verdade é que nem tudo é tão negro como eu pinto, a verdade é que no meio desta luta entre mais baixos que altos eu tenho conseguido aguentar.
Mas custa saber que nem sempre me consigo controlar e que quando penso que é só um quadrado de chocolate devoro a tablet inteira e quando penso é só hoje nos dias seguintes só me apetecem porcarias.
E em relação a isto nada consigo fazer.
Desisti da minha abolição aos doces, não fui capaz. Se fraquejei? Talvez mas para uma pessoa como eu que já disse por diversas vezes que nunca fiz dietas restritivas que nunca me consegui privar de nada era muito difícil levar esta atitude  avante eu tentei mas a vontade de me entupir de doces foi mais forte. Nem voltei ao médico com vergonha de dizer que não fui capaz de cumprir o trato e já sabia a resposta “então como te queres tratar” a verdade é que desde que fiz o tratamento o infecção já não voltou a “amiga” Cândida deve ter adormecido…espero eu…
Foram catastróficas estas 2 ultimas semanas, tenho tido muita vontade de comer doces…não me tenho conseguido controlar, tenho devorado gramas e gramas de chocolate e apesar de pensar que tenho que dar tréguas a estes devaneios  a vontade de comer acaba sempre por falar mais alto.
Andava tão bem, já estava na casa do 53 Kg e voltei novamente para os 55 Kg LARGOS, a semana passada quando me pesei nem queria acreditar fiquei a pensar que já estava nuns 57 ou 58, esta semana parece que o peso está a voltar á normalidade pois porque nunca mais consigo sair dos 54, andei uns dias entre os 53,500 mas depressa subi novamente, mas tem sido difícil, não tenho vontade de cozinhar ou se cozinho acaba por não me apetecer, e aquilo que me apetece sempre são doces, mesmo agora tive que me controlar para não parar na pastelaria e comprar um bolo isto porque já sei que vou jantar a casa dos pais e tenho sobremesa na certa, por isso pensei que se vou comer á noite não deveria comer agora, mas também penso que nem agora, nem logo, nem nunca…
Fiquem bem.

54,700Kg.

sexta-feira, 15 de março de 2013

Registos

E para não me perder nos meus registos e porque a vontade de escrever tem sido nenhuma e porque .... e porque... cá fica o registo destes últimos dias de luta.

Não tem sido fácil esta restrição aos doces e como tal não consegui resistir e no sábado passado comi um chocolate e na quarta comi meia fatia de bolo de iogurte e tenho andado a devorar um pacote de bolacha Maria mesmo que sem açúcar, mas comer logo umas quantas a seguir ao jantar era desnecessário.
O resto da alimentação tem sido equilibrada e saudável, valha-me isso.

A infecção tem estado controlada e a "amiga" não tem dado sinais de vida, mas ainda é muito cedo para tirar conclusões.

E assim ando eu em modo de arrasto para tudo, sem animo sem vontade, num estado depressivo que só eu sei.

Como queria mudar, como queria acreditar, como queria paz e serenidade na minha vida, como gostava de ser feliz.

Todos os dias adormeço a pensar que não quero continuar assim, que não posso fazer dos meus problemas um drama, que tenho que aproveitar as coisas boa da vida, que nem tudo é mau, que amanhã irei acordar  um bocadinho mais feliz, mas o que acontece é precisamente o contrario, cada dia levanto-me pior que o outro.

Esta falta de animo de motivação, este comodismo e o deixa andar, estão a destruir-me aos poucos e o mais difícil é que não consigo arranjar energia para lutar.

Faz-me falta uma ocupação, uma distracção, faz-me falta umas boas companhias, umas conversas cheias de gargalhadas e tudo o que tinha fui perdendo, ou rejeitando, fui-me isolando e agora estou onde estou.
Faço parte de um grupo de teatro, tenho ensaio uma vez por semana, faz-me bem mas não chega, talvez uma actividade física, mas sozinha, perco a vontade.

Fiquem bem.

54.000Kg

segunda-feira, 4 de março de 2013

1º Obstáculo ultrapassado

É verdade ultrapassei o meu primeiro obstáculo, que foi passar um fim de semana inteiro sem tocar num único doce e sem comer em excesso.
Amanhã faz uma semana que não como doces, não tem estado a ser fácil, até porque estou naquela altura critica do mês, ando triste, deprimida e só me apetece ficar fechada em casa sem ver nem ouvir ninguém, mas a vida tem que continuar e eu tenho que aceitar que esta restrição é para bem da minha saúde, quero ficar curada desta maldita bactéria e temos que começar por algum lado, o doutor quis começar pelo açúcar então vamos lá ... irão ser 3 meses de prova depois poderei começar a integra lo aos poucos na alimentação ou melhor poderei comer um doce de vez em quando...

Em relação ao peso e á reeducação alimentar, tem estado a melhorar nesta ultima semana a ultima vez que me pesei estava com 54,500 Kg (02-03-2013).

Comprei uma daquelas frigideiras de cerâmica, que espectáculo nunca mais vou usar gorduras nas minhas frituras ;) já fiz medalhões de pescada e bifes de peru que ficaram divinais.

Fiquem bem.

sexta-feira, 1 de março de 2013

1 ano e alimentação v Candidíase

Fez ontem 1 ano que comecei a minha reeducação alimentar, por isso não podia deixar de fazer um balanço deste ultimo ano.
Perdi 10 Kg mas voltei a engordar 3, por isso contabilizo 7 Kg, podia já estar com o meu objectivo cumprido (52Kg)  mas os últimos meses não tem sido fáceis e por muitos motivos o meu peso oscila entre os 54 Kg - 56 Kg.
Existem vários pontos que de inicio consegui mudar, melhorar... mas alguns ficaram pelo caminho, a alimentação saudável faz na maioria das vezes parte do cardápio mas nem sempre, a ingestão de doces tem dias em que abuso drasticamente e outros que nem me lembro que existem, a actividade física ficou-se pelo caminho, a preocupação de fazer pelo menos 30m/dia perdeu-se entre a minha preguiça.  A ingestão de líquidos nomeadamente água e chás melhorou significativamente.
Por isso posso dizer que alguma coisa melhorou neste ultimo ano, mas quero que melhore mais, quero me sentir bem comigo e com o meu corpo, quero-me sentir com energia e força para enfrentar a vida.
Passei de um 38 para um 36 e de um XL para L/M mas continuo-me a achar demasiadamente grande também porque tenho uma constituição óssea larga e esses não os posso encolher.

Nunca fui capaz de retirar nenhum alimento da minha alimentação, nunca fui de radicalismos e disse-os várias vezes, apesar de saber que ás vezes os meu problema estava aí principalmente com o açúcar, posso estar vários dias sem comer, mas bastas comer uma vez para durante muitos dias seguintes todos os dias me apetecer.

E aqui está agora o meu verdadeiro grande problema, á vários anos que sofro de um problema de saúde que atinge muitas mulheres " Candidíase " ou a "Amiga da Onça" como muitos lhe chamam, nunca nenhum médico me tinha dito para cortar radicalmente com o açúcar todos me disseram para comer moderadamente, mas o problema tem-se vindo a agravar e as crises tem sido sistemáticas e para quem já passou pelo problema sabe o sofrimento e desespero que esta maldita bactéria causa, a verdade é que nos afecta em vários sentidos, nunca me tinha passado pela cabeça que esta minha falta de vontade de "viver" de agir, de fazer algo estivesse ligada a essa situação, este estado depressivo que me persegue...
Mas a verdade segundo os entendidos é que sim e a outra verdade segundo os mesmos é que pode ser o açúcar o principal causador de eu não me livrar deste bicho de  maneira nenhuma.

Andei a pesquisar na net sobre o assunto e existem mesmo dietas para ajudar a extinguir o problema, vi um blog de uma escritora brasileira que até escreveu um livro com a dieta na integra incluindo e receitas, mas a verdade é que me parece tudo muito disperso e complicado.

Bom agora resta-me seguir o conselho do Sr, Doutor e retirar definitivamente o açúcar da minha alimentação, já á muito que não o usava em cafés leites ou chás, mas consumia-os em doces muitos doces.
E eu que sempre disse que não conseguia ser radical no que se referia a dietas, vou ter que dar este passo tão decisivo na minha vida, agora vamos começar pelo açúcar para perceber se realmente é dele que o "bicho"se alimenta.

Água muita água de preferência 2 copos antes  do pequeno almoço, 2 copos 30 m antes do almoço, 2 copos á tarde e 2 copos antes de jantar  e posso-vos dizer é muito mais fácil beber água assim e chego ao fim do dia com o sentimento de dever cumprido no que se refere á ingestão da mesma.

Bem... beber água certinha e retirar os doces definitivamente deixou-me logo a pensar... é desta que eu atinjo o meu objectivo e deixo este perde/ganha para trás :)

Fiquem bem.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

A saga continua ...

E cá vou eu sem novidades nesta minha caminhada contra uma vida sedentária e muito pouco saudável, a verdade é que a cada dia que passa sinto-me mais desmoralizada, para continuar algo que pensei que fosse capaz de cumprir, sempre pensei que  conseguia mas a verdade é que estou a deitar tudo a perder a verdade é que não tenho vontade de mudar a verdade é que o comodismo continua a fazer parte da minha vida e depois leio blogs de meninas que mudaram e não regrediram e penso que realmente nunca vou conseguir porque se assim fosses não tinha tantas recaídas, a verdade é que prefiro ficar sentada no sofá ao invés de praticar alguma actividade física que fizesse bem ao meu corpo a verdade é que não consigo dizer que não a certos tipos de comida que queria banir definitivamente da minha alimentação.
e não estou assim só por causa do meu peso, estou assim por tudo o que vejo no meu corpo, quero cuidar de mim, da minha saúde da minha alimentação, mas não estou a conseguir, o que estou a conseguir é ficar com peso de consciência cada vez que penso no assunto e depois lá vem os dias tristes e deprimidos.
E tudo depende de mim.

Fiquem bem.

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Saudades

Tenho saudades...
Saudades dos dias dias em que me sentia cheia de orgulho por estar a ter um avida saudável, por estar a ter uma alimentação equilibrada por fazer actividade física nem que fosse as caminhadas casas/trabalho trabalho /casa, saudades de me olhar ao espelho e ficar feliz por me ver.
Agora tenho em mim este sentimento de culpa de revolta por não conseguir manter tudo o que construi em 2012.
Faço uma análise deste ultimo ano  e vejo que afinal foram  tão poucos os meses em que me portei razoavelmente bem.
Ando cansada deste engorda/emagrece ora tão depressa estou nos 54 Kg como nos 56 Kg de um dia para o outro vejo estas diferenças na balança, sei que não é bom para mim nem para a minha saúde.
No final de Junho de 2012 estava com um peso que nunca tinha tido na minha idade adulta nem na minha adolescência porque desde criança que sempre fui obesa, estava com 53.100Kg e sentia-me tão bem, porquê regredir desta forma, porquê não meter de uma vez por todas na minha cabeça que o meu organismo absorve tudo o que como que eu não posso comer o que me dá na gana só porque me apetece, que não posso misturar sentimentos, emoções com a alimentação, que sempre que tenho vontades tenho que saber controla-las.
E agora cá ando eu neste impasse, preciso sair daqui preciso atingir o meu objectivo, preciso  manter um peso e deixar estas oscilações que me põem doida, preciso de me sentir saudável, mas para isso tenho que mudar, tenho reajustar, tenho que melhorar tudo em mim.
E depois tudo serve de desculpa o tempo então coitado tem sempre as culpas todas, porque não há tempo para fazer actividade fisisca, porque não há tempo para preparar uma comidas saudáveis, porque está frio ou a chover não apetece andar a pé.
Mas na verdade  única culpada sou eu, sou eu que não quero fazer porque não me apetece, sou eu que decido comer um donuts e uma fatia de bolo logo após o jantar que já por si foi bastante calórico ( lombo com especiarias no forno e batata assada) isto foi só o episódio de ontem, mas tem sido assim ultimamente.
Depois fico envergonhada com estas atitudes e como ás escondidas para que ninguém me aponte o dedo.
É uma frustração constante, saber como agir para ter uma vida saudável, um peso saudável, uma mente saudável e deitar tudo por água abaixo só por preguiça, gula e afins e atenção com estas palavras estou a referir-me a mim simplesmente a mim, porque já identifiquei o meu problema , sei que há muitas meninas por aí que lutam diariamente e não é por preguiça ou gula que não atingem os seus objectivos, todos somos diferentes, os nossos metabolismos são diferentes e os nossos problemas de compulsão ou distúrbio alimentar  também.

Fiquem bem.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Apresentações

E agora que parece que já está tudo mais arrumadinho e já me estou a habituar ao meu  novo cantinho, segue-se o meu primeiro post no Blogger :)

O porquê da mudança?

Já á muito que tencionava mudar o meu blog da Sapo para o Blogger, mas pensava que era um bocado difícil mas até nem foi, só não estou a conseguir ver os comentários ;)
Mas respondendo á minha pergunta, resolvi mudar porque muitos dos blogs que gosto de acompanhar estão no blogger e assim torna-se tudo mais fácil, para além de em termos funcionais também lhe estar a achar a sua piada.

E para ti Blogger que me desconhecias deixa que me apresente.
Sou eu simplesmente eu, uma pessoa igual a tantas outras e diferente de umas tantas quantas, tenho uma vidinha normal, nada de especial, não tenho o dom da escrita por isso desculpem qualquer coisinha, aliás não tenho um dom de nada nem sou uma menina prendada ;)

O Blog foi um grande aliado na minha tentatitava diária de me educar no que diz respeito á alimentação e prática de exercicio fisico.

E agora estou na fase de reeducação, porque os bons hábitos ganham-se mas também se perdem e é o que tem acontecido.